Dei um rolê na madrugada de Guarulhos pra entregar sopa

Dei um rolê na madrugada de Guarulhos pra entregar sopa
 

Por Alan Correa

Coloquei uma calça e uma blusa quente para enfrentar a madrugada, mas nada de balada, a pegada era entregar sopa pra galera que mora nas ruas centrais de Guarulhos, o projeto é da católica da região.

Saímos no cair da noite, eu com essa cara de bobo estava achando que ia ser estranhado nas ruas, mas fui. Entramos em uma perua muito bem conservada, cheia de sopa e partimos para a madrugada.

O cheiro da sopa era incrível, abriu até o meu apetite, logo fizemos nossa primeira parada e a mais difícil pra mim, encontramos um casal e seu cachorro em um local fechado apenas com papelão e várias cobertas, o clima foi amistoso, o homem ainda brincou com sua barba imitando o ex-presidente Lula.

Quebrado o gelo, os demais foram mais tranquilos, mas a medida em que avançávamos as histórias ficavam piores. A maioria homens, desiludidos com a vida.

Excluídos de uma sociedade doente, eles sofrem todo tipo de preconceito. As pessoas chegam nas ruas por todo tipo de história, de graves desilusões amorosas, como era um dos famosos casos onde um homem encontrou sua esposa na cama com o seu irmão, ou de outro que acabou recitando suas poesias na rua, mas basicamente a história se repete várias vezes, o cara que tinha “tudo” e acabou nas drogas.

Muito gente boa, em uma conversa informal com um dos moradores de rua, que ganha a “vida” olhando carros na madrugada, ele contou:

“O problema da maioria aqui não é roubo, não é assalto não, fio (sic). O nosso problema são os entorpecentes, as drogas. Todos aqui dão seu jeito”

Parece pouco, mas aquela sopinha quente aquece a noite e o coração frio de muitos. Claro, provei a tal canja, uma delícia, melhor que muitas de restaurantes, acho que é o carinho.

No finalzinho encontramos J., um homem de aproximadamente 30 anos que contou como a bebida o tirou da casa dos país e como foi aumentando a dose, confessou inclusive que para sustentar o vício já havia cometido pequenos crimes para sustentar seus vícios e hoje após passar por clínicas de recuperação estava tentando se livrar novamente do crack “Tenho 20 reais aqui no bolso, não sei se consigo ficar sem comprar minha pedra”.

Um fato curioso é que todos os morados de rua que encontrei falaram muito em Deus e o quanto eles ficaram apegados nele, parece ser essa a última esperança.

Segundo a Prefeitura de Guarulhos, este é o segundo maior município paulista em população, com mais de 1.221.979 habitantes segundo dados do Censo do IBGE (2010). Distante apenas 17 km do centro da maior metrópole da América Latina, o município encontra-se estrategicamente localizado entre duas das principais rodovias nacionais: a Via Dutra, eixo de ligação São Paulo – Rio de Janeiro e Rodovia Fernão Dias, que liga São Paulo a Belo Horizonte. Conta ainda com a Rodovia Ayrton Senna, uma das mais modernas do país, que facilita a ligação de São Paulo diretamente ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, e está a 108 km do Porto de Santos, o trabalho que fizemos nesta noite certamente é pouco perto da necessidade da cidade, mas muito necessário e deveria receber maior apoio da própria população.

Deixe seu comentário:

+ Brasil

Como se aposentar? Você deveria estar preocupado com a reforma da Previdência
Como se aposentar? Você deveria estar preocupado com a reforma da Previdência
Cobrança por bagagem despachada foi suspensa
Cobrança por bagagem despachada foi suspensa
SPFW 2017 começa hoje
SPFW 2017 começa hoje
Eu acho que você apoia a corrupção e nem sabe
Eu acho que você apoia a corrupção e nem sabe

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , ,