Como a obesidade pode prejudicar suas costas

Como a obesidade pode prejudicar suas costas

Nós adoradores de bacon estamos na eterna luta contra a balança e se você perder essa briga, pode acabar tendo dores terríveis nas costas. Obesos mórbidos têm quatro vezes mais risco de terem dor nas costas, mas a adição de apenas 20 minutos de exercício leves, todos os dias, pode reduzir esse risco em 32%. É o que defende os autores de um estudo, apresentado durante a Reunião Anual da Sociedade Norte-Americana de Coluna.

“Historicamente, os especialistas em coluna vertebral têm dito aos pacientes com sobrepeso e obesos que eles devem perder de peso e aumentar sua carga de exercícios físicos para reduzir o risco de dor nas costas. Este novo estudo é mais preciso: fornece os dados concretos para que os profissionais de saúde possam colocar mais peso por trás de suas palavras ao fazer estas recomendações para seus pacientes”, observa o neurocirurgião Cezar Augusto de Oliveira (CRM-SP 123.161).

Os pesquisadores concluíram que na população estudada, o menor risco de dor lombar estava no grupo com IMC normal: 2,9%; o risco de 5,2% de dor surge para o grupo com sobrepeso; de 7,7% para obesos e de 11,6% para obesos mórbidos.

“Dentre os achados da pesquisa, fumar é consistentemente o mais forte preditor de dor lombar em todos os espectros de IMC. O exercício físico também modula esses riscos. No modelo geral, os melhores preditores de LBP estão entre os que praticam a atividade física de forma moderada e alta. Quando os participantes são divididos apenas pelo IMC, o tempo gasto em atividades sedentárias e em atividades físicas moderadas demonstra maior influência sobre o estado de LBP nos grupos de participantes com sobrepeso, obesos e obesos mórbidos”, explica Cezar Oliveira, que também é membro da Sociedade Brasileira de Coluna.

“Analisando as informações encontradas, a melhor notícia trazida pelo estudo é que grandes ganhos podem ser adquiridos por meio de mudanças modestas na forma de praticar a atividade física”, defende o neurocirurgião.


Foto: Andrey Armyagov.

A pesquisa, – “Does Physical Activity Influence the Relationship Between Low Back Pain and Obesity?” –  recebeu o  prêmio do mais proeminente estudo de 2013, conferido pelo The Spine Journal, a maior e mais importante publicação sobre coluna no mundo.

Deixe seu comentário:

+ Saúde

Café faz bem e seu coração ama ele
Café faz bem e seu coração ama ele
Você sabe a diferença de light, diet e zero?
Você sabe a diferença de light, diet e zero?
5 Motivos para amar o Murdoque
5 Motivos para amar o Murdoque
Tags:, , , , , , , ,